Twitter Facebook

CUT RN > CLIPPING > APÓS PLEITO SER SUSPENSO, MPT DEFINE CRITÉRIOS PARA ELEIÇÃO DO SINTRO

Após pleito ser suspenso, MPT define critérios para eleição do Sintro

Escrito por DN On-line
15/02/2012

Edição nº 15 Wednesday, 15 de February de 2012
Fechamento: 19:24




Publicação: 15/02/2012 08:15 Atualização:
De Paulo de Sousa para o Diário de Natal

Está marcada para o dia 12 de março a eleição para a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintro/RN). A data foi marcada pelo procurador regional do Trabalho, José de Lima Ramos, que definiu outros pontos que estavam em discussão entre as quatro chapas concorrentes ao pleito. O processo eletivo havia sido suspenso pela Justiça do Trabalho após três ações terem sido impetradas contra a realização das eleições.

A votação será realizada no período entre 7h às 20h da manhã, com 30 urnas espalhadas pela cidade. Em cada local de votação contará com observadores eleitorais escolhidos por cada uma das chapas. Ao final, serão formadas mesas coletoras de voto, cada uma formada com quatro integrantes das chapas, como também mesas de apuração, com a mesma configuração. "A única pendência é a escolha do presidente da apuração", acrescenta José de Lima Ramos.

Um dos pontos de críticos do pleito era a participação de motoristas empregados das prefeituras, também decidida pelo procurador. "Eles foram excluídos do processo eletivo, baseado em decisão anterior do STF [Supremo Tribunal Federal]". Além disso, a lista dos associados aptos a votarem será atualizada. "No pleito anterior houve várias ausências e uma recontagem foi exigida". Também será feito recadastramento dos aposentados associados que queiram votar, entre 16 e 29 deste mês. "Eles têm que provar que trabalharam no setor e que foram associados". Ainda falta decidir sobre a participação dos socorristas do Samu.

José de Lima ressalta que o Ministério Público do Trabalho (MPT) foi escolhido pelas partes envolvidas como o árbitro do processo, sendo assim, "todas as pendências quanto ao pleito serão decididas por mim e elas serão irrecorríveis". O pleito contará com o apoio das polícias Militar e Federal para o bom andamento, trazendo tranquilidade para todos os envolvidos. Tudo isso foi decidido após uma reunião de quase 10 horas seguidas com representantes das quatro chapas concorrentes, realizada na última segunda-feira no MPT.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

Copyright © 2002-2011 CUT Central Única dos Trabalhadores do Rio Grande do Norte
Rua Apodi, 156,Cidade Alta,Natal/RN | CEP- 59025-170 | Fones (84) 3201-2142 / 3221-3165

Assessoria Adriano Medeiros