Twitter Facebook

CUT RN > CLIPPING > ELEIÇÃO DO SINTRO/RN SERÁ REALIZADA DIA 12 DE MARÇO

Eleição do Sintro/RN será realizada dia 12 de março

Escrito por Tribuna do Norte
14/02/2012

Edição nº 17 Tuesday, 14 de February de 2012
Fechamento: 19:30


A eleição do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Passageiros do Rio Grande do Norte (Sintro/RN) será realizada no dia 12 de março . A data foi decidida após uma reunião realizada na sede do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte (MPT/RN) que contou com a presença dos quatro candidatos que disputam o pleito e foi intermediada pelo Procurador Regional do Trabalho, José de Lima Ramos Pereira. O encontro durou das 14h às 23h.

A eleição do sindicato, que deveria ter ocorrido no dia 3 desse mês, foi suspensa por determinação da juíza Lisandra Cristina Lopes, da 7ª Vara do Trabalho de Natal. Ela concedeu antecipação de tutela ao pedido de Antônio Junior da Silva - popularmente conhecido como Júnior Rodoviário - que alegou a ocorrência de irregularidades no processo eleitoral conduzido pela diretoria do Sintro/RN, como a filiação de pessoas estranhas à categoria. Júnior foi presidente do sindicato por 18 anos e pretende voltar ao cargo nessa eleição. "Os companheiros de muitas empresas solicitaram que eu colocasse meu nome na disputa e assim fiz", disse.

Além de Júnior Rodoviário, pela Chapa 2, disputam o cargo de presidente do Sintro/RN os seguintes candidatos:  Nastagnam Batista (Chapa 1), tenta a reeleição; Orlando Jacó (Chapa 3) e Gilberto Fonseca (Chapa 4). O Sintro/RN possui mais de quatro mil associados que contribuem, mensalmente, com 2% do salário,  que dá, em média, R$ 25,00 por associado.

A Chapa 2 alega que o processo eleitoral está com fraudes que precisam ser corrigidas pela Justiça. Um dos pontos discutido é o direito a voto de motoristas contratados por prefeituras e motoristas socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Para solucionar o impasse, o MPT decidiu que o Procurador José Pereira atuará como árbitro decidindo todas as questões não conciliadas. "A eleição vai ocorrer de forma justa para todos. Não tentem medir forças com o Ministério Público nem com a Justiça", avisou durante a reunião.

Alguns pontos ainda serão discutidos e, posteriormente, o Procurador irá divulgar a decisão. Os candidatos querem, por exemplo, que a apuração dos votos seja feita na sede do MPT. "Isso vai depender do Procurador Geral. Vamos analisar", disse José Pereira.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

Copyright © 2002-2011 CUT Central Única dos Trabalhadores do Rio Grande do Norte
Rua Apodi, 156,Cidade Alta,Natal/RN | CEP- 59025-170 | Fones (84) 3201-2142 / 3221-3165

Assessoria Adriano Medeiros